outubro 09, 2012

Gosto do que somos. Gosto que sejamos nada. Gosto do nada. Não doí. Não arde. Não decepciona. Gosto dos beijos vazios e das palavras pouco sentidas. Gosto que me olhes e disfarces. E gosto de te olhar e disfarçar imediatamente. Gosto das conversas ocasionais. Gosto que me deixes e depois voltes novamente, inesperadamente. Gosto da falta de amor. Da falta de carinho. De ternura. Gosto de dizer que gosto de tudo menos de ti. Gosto de te decepcionar. Gosto de fazer o contrário do que me dizes para fazer. Gosto de te desafiar. Gosto do teu cheiro. Gosto de sentir saudades tuas mas gosto ainda mais quando as matas. Gosto de tudo, porque é nada. Porque o nada não doí. Não arde. Não decepciona.


4 comentários:

cláudiagomes. disse...

Este texto é uma perspectiva realmente diferente.

diana t. disse...

adoro completamente!

Aurora disse...

Princesa tenho muitas saudades tuas. Estou a seguir o teu tumblr <3

Aurora disse...

Pedi amizade no face <3