maio 02, 2012

Pode dizer-se que a minha vida é uma casa -então, que uma casa seja-. Às vezes é fria, outras vezes quente e acolhedora. Na minha casa não é toda a gente que entra. É preciso bater com jeitinho e limpar os pezinhos à entrada. Não gosto daquelas indecisões, daquelas saídas e entradas constantes, ora pé dentro, ora pé fora e muito menos gosto de mal-educados, que espreitam pela caixa do correio e espezinham a alcatifa toda. Uma vez cá dentro, os hospedes têm duas opções: ou ficam; ou saem de vez e não voltam. Confesso que gosto de pessoas que optam pela primeira opção, costumo chamar-lhes de corajosas. Tem dias que a casa se encontra numa total confusão, e só elas sabem o quão difícil às vezes é, permanecer cá dentro.
Mas no entanto, é daquelas que estão só de passagem, que eu acabo por gostar especialmente. Elas deixam a casa sossegada e alegre durante uns tempos. Talvez seja porque elas entram de mansinho, falam carinho e perfumam o ar com uma fragrância doce. Idiota sou eu, que lhes abro a porta, se ao menos eu soubesse o que virá a seguir... É que tempos depois, elas batem a porta de saída, e o estrondo ecoa pela casa. Partem de malas feitas -ou talvez nem sequer desfeitas- e levam tudo o que podem. E deixem-me que vos diga, não é  o sossego que desaparece, não é  o aroma doce que se desvanece, poderei dizer -sem quais quer exageros-, que nada volta a ficar igual. Mas só eu sei a felicidade que se viveu dentro desta casa, só eu sei o que estas paredes guardam. Podem ignorar ou até negar que um dia aqui estiveram, mas quero ver-vos apagar aquilo que já foi feito. Não apaga pois não? Eu sei...


23 comentários:

Ana Margarida disse...

Está tão, mas tão bonito. Gostei imenso.

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

aiii nossa, que tu escreves tão bem!

NaaGuerreiro disse...

Amei imenso mas imenso este texto e a metáfora vida-casa ...e realmente traduz claramente a tua forma de ver as situações, as pessoas e a tua maneira de lidar/enfrentar a vida !
És muito determinada e de ideias fixas e isso é algo que admiro em ti, querida :)

cláudiagomes. disse...

o teu blog é cada vez mais perfeito.

han disse...

uma espécie de.. metáfora? sim, uma metáfora muito interessante. gostei.

Ana Margarida disse...

Obrigada, meu amor. Gosto imenso do blog.

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

obrigada querida :)

NaaGuerreiro disse...

Muito obrigada do fundo do coração por tu aninhas «3

letícia santos disse...

simples mas bonito. identifico-me!

Sofia Duarte disse...

Olá! Eu estou a participar num concurso a nível internacional que se chama "F1 in Schools" e consiste basicamente na criação de um carro fórmula 1 em miniatura. É muito importante a divulgação da nossa equipa e por isso queria pedir-te que colocasses "Gosto" na nossa página de facebook, se achares interessante, é claro.

Facebook: http://www.facebook.com/pages/F1-in-schools/395760360464614

Era muito importante para mim! Beijnhos*

Ana Margarida disse...

Obrigada, minha querida <3 é muitooooo bom saber isso.

letícia santos disse...

oh, obrigada minha linda. *-*

Rute Amaral disse...

que bonito, gostei (: sigo!
eu estou aqui caso queiras seguir também http://goldendays2.blogspot.pt/

Pedro Miguel SIlva Macedo. disse...

gostei muito do que li!

Sofia Duarte disse...

Obrigada minha querida!
Passámos à fase Nacional, quantos mais "gostos", melhor :)

Sofia Duarte disse...

Obrigada!*

Aurora disse...

Adoro a música que tens a tocar no blog. Amor, espero que estejas bem <3

Aurora disse...

Então coração? Não te quero assim, sabes? E tu, és forte, muito. Oh, eu tento estar <3

Aurora disse...

eu bem sei meu doce, bem sei. mas também sei que vai passar e vais sorrir sim? te amo<3

deisylainereis disse...

Os teus textos são lindos, a seguir :)

ParadoxoSD disse...

adorei o blog, do que li escreves bastante bem, e nesse texto usas uma metáfora muito boa! Parabens, sigo-te com prazer.
Se poderes visita o meu blog, pode ser que tambem gostes :)

Anónimo disse...

http://falo-que.blogspot.pt/

Olha aí o plágio do seu textinho querida!

Anónimo disse...

http://falo-que.blogspot.pt/2013/02/desabafo.html